quinta-feira, 6 de maio de 2010

Senhor dos Anéis

Bom dia, patota!
Hoje, tenho o pesar de informar que ocorreu um certo equívoco com nosso caro Dido_999 e ele não poderá postar nada. Portanto, nós trocamos os dias. Vamos à nossa crítica:
Como todo ser vivo sabe, Senhor dos Anéis é um dos melhores filmes já feitos. E, como qualquer nerd, eu sou um fã ficcionado pela série. Os livros também não são ruins, o escritor é realmente o maior gênio que já vi (O CARA CRIOU UMA LÍNGUA!!! ELE FEZ MAPAS DA TERRA MÉDIA!!! COMO ASSIM?!?!?!?!), mas o filme é o cinema em sua perfeição. Sem dúvida esse vai pro meu top 10 =D
E, como fã + escritor (sou sim, sou sim, sou sim), eu já fiz uma resenha que, agora, compartilho com vocês:


"É sensacional. Bem, quando você escuta essas palavras, Senhor dos Anéis, se você não viu os filmes, você vai pensar no dono de uma joalheria, ou algo do tipo. Como você pensaria que, na verdade, Senhor dos Anéis é o livro mais elaborado já escrito pelo homem? (Eu digo elaborado, não o melhor livro, ok?)
Eu já o li. O escritor chamava-se J. R. R. Tolkien. Sinceramente, eu acho que o modo com que Tolkien descreve as coisas é um pouco exagerado, deixando o livro um pouco cansativo, mas, quando você termina de ler, você pensa: “Nossa! Acabou! Mas, eu não quero parar de ler! Estas idéias são geniais!”.
O cara escreveu na época da II Guerra Mundial. Ele diz que compara o Condado com Londres da II Grande Guerra. Como se o Condado (o vilarejo em que moram os personagens principais do filme) fosse uma Londres da Terra Média.
A história se passa na Terra Média, contando as aventuras de quatro Hobbits, dois Homens, um Elfo, um Mago e um Anão.
O livro que eu tenho, tem 1202 páginas, mas ele tem toda a trilogia, junta. Dá para perceber porque eu demorei três anos para ler o livro, não dá?
Apesar de Tolkien explicar demais como são as coisas, ele era um gênio. Ele criou um mundo todo! No final do meu livro, tem uns mapas, que ele desenhou! Ele criou línguas, ele foi um inventor, não um escritor.
Pois, então, deixem-me fazer meu trabalho e contar a história: um Hobbit, Bilbo Bolseiro, acha um anel mágico, na sua aventura (leia O Hobbit). Anos mais tarde, depois de decidir descansar em outro lugar, com os Elfos, para morrer em paz, ele dá este anel para Frodo, o personagem principal, como todas as suas coisas, até sua casa.
Gandalf, um Mago amigo dos dois Hobbits, vai contar a Frodo para onde seu tio foi, e ele acaba dizendo para Frodo deixar o anel extremamente seguro.
Gandalf pesquisa tudo que pode sobre o anel, e descobre que ele foi criado por um Senhor do Escuro, Sauron, e que ele governava sobre outros anéis, dados aos Senhores de cada raça. Para saber mais da 1ª Guerra do Anel (como I Guerra Mundial), leia o livro, só trará mais cultura.
Mas, bem, Sauron morre, e o anel “vaga”, até Bilbo. Porém, Sauron não morreu de verdade, somente seu corpo, ele só pode morrer totalmente quando o anel for destruído, e o anel só pode ser destruído onde foi criado, em Mordor, na Montanha da Perdição, e lá é dominado pelos seres das trevas que ajudavam Sauron, Orcs, Trolls, e muitos outros (você não faz idéia de quantos).
E, a história conta o que acontece durante a ida de Bilbo com os Elfos até o final. Eu não vou contar o que acontece, eu acho que as surpresas são direito do leitor.
Tantas cenas vêm a minha cabeça, só de lembrar da história. Não é o melhor livro, mas está perto. Se Tolkien escrevesse melhor, eu acho que podia ser o melhor livro.
Leiam, eu recomendo, é um bom livro, apesar de ser um pouco muito descritivo."

Escrito por Mr. Dottoly
Espero que tenham gostado,
Corram pelados,
Beijos e abraços.
\O

1 comentários:

Teteu Potter disse...

Postagem muito boa !!!!!
O Senhor dos Anéis é um dos meus filmes favoritos,ficou perfeito demais !!! Já os livros,eu só li o primeiro,mas depois dessa resenha fiquei inspirado para ler os outros !!!

Postar um comentário