sexta-feira, 22 de abril de 2011

Pegação ou Não?!

Bom dia, patota!
Olhem, só, postando no dia! Cara, eu to mal pra caralho. Sabe aquele acúmulo de sentimentos ruins, medos, discordâncias, quando tudo se junta e você simplesmente não aguenta mais?! É só que é foda quando parece que tudo o que você faz não é bom o suficiente. Como se você não fosse capaz de nada, a não ser de causar decepção. Cara, isso até dói. E ainda o mundo dá aquele apoio, tá ligado?! Tudo parece que dá errado. Cara, isso é foda.
Ah, parceiro... E você ainda fica vendo esse mundo do jeito que tá, putz, é triste, eu te falo isso. Eu fui sair esse feriado (Eu tinha até esquecido o que é isso e os caras furam!) e minha vó vira pra mim e fala: "E aí, Dottoly, vai ter muitas meninas lá?! Você sabe que burro preso também pasta, neah...".
Aí você respira fundo e fecha os olhos, porque, realmente, não dá.
Olha, eu amo minha vó e eu sei que ela não falou por mais, mas, CARALHO! É difícil acreditar que eu não quero "pegar" outra mulher?! Sabe, é por isso que eu venho pra vocês com essa enquete, pra tentar, também, movimentar o blog.
Mas, porra, vai tomar no cú! Ninguém merece putaria generalizada. E o pior que pegação é traição, cara, a raiva que me dá isso. Desde quando namoro é prisão, caralho?! Porra, se você não quer namorar e quer pegar todo mundo: NÃO NAMORA, CARALHO! Você tem probleminha, porra?! É difícil de entender?!
A questão não é de assumir compromisso, de estar numa prisão. Você está num relacionamento. E, se você está num relacionamento, é porque você quer estar. Você não é forçado a nada, sabia, guri?! Só que a pessoa confia em você, a pessoa crê que você está com ela porque você quer ela! Se você não quer, TERMINE! Qual o problema!? É difícil de mais pra sua cabecinha miúda, pro seu Q.I. de 38, pra entender que o único motivo pra você estar com alguém é porque você quer algo sério?! Me responda: por que você quer estar num relacionamento com alguém se você não quer ficar com essa pessoa?! É difícil entender isso?!
Mas, parceiro, não é isso o tema da enquete. O tema é pegação. O que também é uma merda de uma infantilidade, uma imaturidade. Olha, dá pra entender se você for moleque (ou moleca, eu quero ressaltar a idade e não o sexo), se você tiver crescendo e "quer só se divertir" e não quer levar nada a sério. Aí até vai... Mas desde que seja na esportiva. Aquele papo de "pegar por pegar", de simplesmente ficar com alguém por ficar, porra, isso é putaria! Ficar três garotas "se pegando", porra, isso é suruba. Se você é gente, se você merece respeito de qualquer ser vivo, você não vai fazer isso. Por que uma pessoa em sã consciência iria querer isso?! Você quer ter fama de pegador?! Você quer pegar um monte de gente pra, sei lá, saber o gosto das pessoas?! Eu falo isso porque eu não sei que porra tem na cabeça de alguém que faz uma coisa dessas. Se é que tem alguma coisa.
Cara, você ir pruma festa e sair de lá falando: "Hey, você viu, eu peguei 13 minas lá!!" ou então "Cara, 'cê viu a Gorete, ela pegou 27 nego!!". Ahh, vai tomar no cú, se você faz uma coisa dessas você não merece respeito. Você não merecia nem sequer estar vivo. Você é ridículo, patético, otário.
O que você pensa, me fala, guri ou guria acéfalos?! Vocês se acham fodões, "porra, eu sou pegador, hein?! Paguem um pau pra mim!" ?! Caralho, vocês tem probleminha! Sério, cara, qual o seu problema?! Sua mãe teve alguma complicação no parto, neah, só pode. Eu não sei como as pessoas tem vontade de ter a saliva de '27 nego' dentro da sua boca. Começa pelo pressuposto (óbvio) de que é muito mais fácil uma mulher seduzir um homem do que o contrário. Então, pensa assim, para cada mulher que você pegou, as meninas devem ter pego uns 3 caras. Faça as contas, se você tiver capacidade mental pra tanto.
Eu não vou nem nisso de festa, eu falo o simples fato de ser pegador. Cara, se você tem fama de ser pegador, você devia ter nojo de si próprio. Entendam: NÃO É BOM ISSO! Parceiro, o simples fato de você achar alguém fodão(ona) porque ele(a) pega um monte de gente, cara, você já tem um retardamento mental.
As pessoas deviam admirar (e não repudiar) alguém que só fica com uma pessoa a vida inteira. Cara, isso é uma coisa boa. Porra, olha que lindo, o cara dedicou a vida a uma pessoa. Putz, isso é algo pra se admirar. Você pode até não querer isso pra você, mas o simples fato de você pensar que esse cara é um babaca torna você o babaca.
Galera, eu vou parar por aqui, porque se não eu fico aqui eternamente e eu me deixo levar e acabo falando muito mais do que devia. Mas, em resumo, eu defendo o não. Não, não, não e infinitamente não. Eu deixo vocês com essa enquete e votos de boa páscoa.

Beijos e abraços,
Corram pelados,
Henrique Dottoly
õ/

P.S.:Votem, votem, votem, votem e votem, porque, vocês sabem, eu não passo de um cabeludo revolucionário de esquerda à moda antiga e nenhuma opinião é válida sem saber o outro lado da história, certo?! "/

P.S.2: A pergunta é, como sempre, o título do post...

P.S.3: Vocês bem sabem, qualquer crítica, comentário, sugestões, só mandar para henriquedottoly@bol.com.br

P.S.4: Divirtam-se.

13 comentários:

Anônimo disse...

bom henrique moric vilela mariano, acho que todos que me conhecem sabem da minha nao experiencia em relacionamentos, mas isso nao signifa que eu nao tenha um ponto de vista.

Acho sim que seja importante dedicar sua vida a uma pessoa amada, apesar de as vezes eu achar que as pessoas exageram nessa dedicação.
Agora, acho que esse negocio de ficar é uma coisa ridícula, as pessoas dão importancia em satisfazer as necessidades "carnais" com o primeiro que aparece na frente. pior do que ter pessoa fazendo isso, é ter pessoas que adimiram quem faz isso. sim, são gente com merda na cabeça.

Essa pergunta da sua avó, acontece nas melhores familias viu, minha mãe/pai/tia/tio/primos/primas so faltam me crussificarem por eu ser do jeito que sou ainda, minha mãe até ja me perguntou se eu era gay (acredite). A época da adolescencia é conhecida como época da pegação, quando aparece alguem que pensa diferente, parece que os outros conspiram contra.

e caralho, quanto palavrao em. mas use mesmo, é bom por para fora

bjunda

Anônimo disse...

complementando meu comentario anterior:

minha familia sempre me diz para procurar ajuda profissional, que estou fechada para relacionamentos pois devo ter algum preconceito. mas nao é isso. eles nao me entendem que eu nao quero isso para minha vida agora

e minhas amigas que ficam querendo me apresentar para meninos? ¬¬ porra! eu nao estou desesperada querendo dar meu 1 beijo, eu acho que isso vai acontecer quando eu estiver com vontade e gostar de alguem, eu quero me lembrar dessa experiencia para sempre como algo especial, e nao que eu estava na balada e "peguei" um gatinho.

é isso. vou parar de encher o saco
unda unda unda, um bj na sua bochecha até segunda

Cassie disse...

Isso de sair pra 'pegar' é a coisa mais ridícula que ja vi na vida
Além do que meninas que se prestam a esse papel são, no mínino, meninas que querem ter 16 anos e um filho de um pai desconhecido e morando em uma casa que mal cabe a sua família.
E esses meninos que saem pra 'pegar' em festas, não merecem o mínimo respeito, tendo em vista que a maioria desses caras tem namorada, quer dizer, tem uma trouxa que os trai com milhares de carinhas por aí e que são bonitinhas o suficiente pra eles falarem pros amigos que aquela ali é a dele.
Numa boa, qual é o problema de quando te perguntam há quanto tempo vc n fica com alguém vc responder um mês, um ano ou até mesmo quinze?
Cara, meus parabéns pra você se você n é esse tipo de gente que quer se mostrar e 'pegar por pegar' e parabéns se seu primeiro beijo ainda n aconteceu, ou se aconteceu é pq foi com uma pessoa que você gostava(gosta) de verdade
Ah, não quero mais falar nada
Dottoly, você é lindo >.<

Guilherme, vulgo "Praga". disse...

O fato mais triste, é que fui um retardado, que achava foda pegar geral, qualquer uma mesmo, se desse mole, tava pegando, e agora, acho isso a coisa mais escrota, retardada, agonizante, triste, e pau no cú do mundo! Tipo, você simplesmente pegou a saliva de um monte de outros filas da puta, e ainda tem chance de pegar uma doença qualquer, olha que coisa mais cuti cuti né não?!

Então, vão se foderem, e é isso ai!

odeio todo mundo que fica por ai ficando!
dizem que homem que pega geral é pegador, e mulher que pega geral é puta... pra mim, os dois são putas! putas mesmo, no feminino, homem que sai ficando, nao merece titulo de homem, não tem respeito nem por si nem pelos outros, e tambem nao tem a capacidade mental, de manter um relacionamento, por isso pega qualquer uma ! Não é inveja porque eles pegam não, é raiva mesmo, coisa escrota!

então vão se foderem de novo, e é isso ai!

OBS: pra quem conhece o podrinho, quando lerem o vão se foderem, imaginem o rosto dele kkk

OBS: falando no fi de um lazarento(podrinho), eu vi ele esses dias, continua feio, e gordo, e ainda parece um rato (: kk

Anônimo disse...

A Henrique Moric Vilela Mariano

Antes de defender meu ponto de vista tenho que dizer que sua agressividade excessiva para com este grupo de pessoas foi muito discriminador ,afinal quem é vc para julgar outras pessoas ?Afinal aonde vc é superior que qualquer um? O que eles fazem pode ser imoral de acordo com nosso código social , mas vc não pode sair repudiando e rechaçando as pessoas por seus atos, ...todos temos defeitos .Penso apenas que deva moderar um pouco o que diz ...afinal não se precisa rebaixar o nível para defender seu ponto de vista ou argumentar contra algo .

1º Você não pode ressentir-se com sua avó ...a história conta como tudo era proibido na época de nossos antepassados, como a visão do mundo era fechada ,como eram errôneos e inflexíveis nossos métodos ...romances eram peculiares e perigosos, achar alguém que vc amasse de verdade era a coisa mais difícil do mundo, diferentemente de hoje em dia em que vc pode se relacionar como queira sem ser fadado por sua família a casar com alguém por quem seu coração nem ao menos se agite.

Depois ,não concordo com coisas do tipo beijo a três ou mais ,orgias ou coisas tão pervertidas quanto ,e muito menos pessoas que ficam com mais de uma em um mesmo dia ou que chegam dão um pega e se afastam em seguida,ou que traem seus parceiros de relacionamentos mais profundos, isso logicamente não é aceitável pelos nossos padrões de éticas e moral ,isso tudo é mesmo repugnante ,porem devo defender o direito de pessoas que ficam com as pessoas por um tempo apenas, afinal elas tem o direito de descobrir as coisas e viver paixões frívolas da vida , para que um dia encontrem seu verdadeiro amor e possam então ser realmente maduros para amar ,confortar dar carinho e ser o parceiro que suas almas gêmeas merecem ... entenda quem sair pegando todos é uma coisa , mas ter relacionamentos menos duradouros de um dia ou um mês são diferentes ...às vezes não deu certo e foi apenas isto ...

Pegação não ,não ,não e não ...nunca deve ser incentivada ,porem as pessoas podem e devem viver paixões de menor duração ,para aprenderem a serem bons para seus parceiros quando os encontrarem .
E só mais uma coisa pegadores do tipo varias em um mesmo dia são para mim um mito, ainda creio em um pingo de luz no coração das pessoas e não existe alguem que realmente faça isso... pessoas com esse tipo de conduta inaceitável ,contam muita vantagem, não há como vc realmente acreditar no papinho de alguem que diga: ”Ou peguei sete lá na festa mano.” ,ou “Nossa catei todas lá na balada.”Isso não passa de mentirar de pessoas confusas.

Obrigado pela compreensão e atenção

E um abraço

Monica disse...

Ao senhor anônimo -exclui-se do destinatário minha irmã, Carla-
Devo dizer-lhe que o senhor não deve ter lido o post com devida atenção, já que nada que defende é 'rechaçado ou repudiado' -conforme suas palavras- pelo mesmo.
Devo dizer-lhe que o autor, assim como você, em pontos de seu discurso, deixa clara a sua intenção de falar contra uma conduta imbecil de alguns.
Eu, como leitora, em momento nenhum li em seu texto que ele tinha como objetivo falar contra relacionamentos que não duram certo tempo -ao mencionar relacionamentos falo de verdadeiros relacionamentos, e não da ignorância da parte de alguns que ousam chamar beijos de relacionamento, tendo por base que não se trata de um relacionamento em si, mas de algo que hoje em dia chamamos 'normal' em nossa cultura afetada.
Creio que todos devemos experimentar, a fim de que estejamos cientes do que fazemos quando estamos prestes a tomar decisões importantes, mas para isso será mesmo que devemos usar pessoas e brincar com seus sentimentos? Porque é isso que acontece em ocasiões como as que foram citadas.
O autor do texto fê-lo porque sua avó disse-lhe que devia 'curtir mais a vida' e não se prender à sua namorada, não a julgo por suas opiniões, porque como você mesmo disse, Sr. Anônimo, eram outras épocas e outras mentalidades. Mas creio que devemos concordar que, se o autor o tivesse feito, trairia o sentimento de alguém que confia nele além de, desnecessariamente, fazer com que alguém mais ficasse magoado no mundo. Agora pergunto-lhe, o Sr. acha mesmo que o autor deveria ser a favor de tal prática?
Volto a frizar que o autor não é contra relacionamentos que duram pouco tempo, até porque, um relacionamento depende de duas pessoas e é impossível que alguém seja responsável pelas ideias e ações não só suas como de seu(sua) parceiro(a). Mas é contra, sim, que se cometam atos como 'ficar' e 'pegar' os outros sem que haja entre eles sentimento algum, ou sem que os dois sequer se conheçam.
Creio, caro Sr. Anônimo, que tenha havido um engano, por sua parte, ao ler o post e interpretar as informações nele contidas, devo aconselhar-lhe que procure a Professora Sandra Lopes nos 3+ de quintas na sala Romero e tenha alguma conversas com ela -caso estude no Juarez, caso contrário desconsidere e apenas estude mais a língua portuguesa, que creio ser uma de suas deficiências.

PS: É importante que se identifique quando expõe suas opiniões, aí vai um exemplo.

Sem mais, agradeço e espero que tenha entendido,
Monica Larissa de Azevedo Faria.

Babaca disse...

*o Henrique puta revolts... mas concordo com tudo, babaca...*
tipo, esses caras q se acham pq "pegam todas" são os mesmos q daqui a 10 anos vão estar casados com uma obesa e com uns 20 filhos pra criar.
qm leva a sério o relacionamento, vai ser aquele cara q vai se casar bem, com uma pessoa q realmente gosta, e que, com certeza vai "ter uma vida feliz", ao lado de uma pessoa q ama. (PLEONASMO É LEI!)

sobre o anonimo ali de cima: repare o jeito dele de colocar as vírgulas no pc (veja antes de criticar minha critica [???]) e perceba q o QI do sujeito é quase inexistente.

Voltando a sua ideia, concordo em ficar nervoso com a sua vó, eu também fico quando me acontece.
porém, faz parte ter q ouvir parentes te enchendo o saco por causa disso. (e, por experiencia própria, não o mande se fuder ;D)

citando o exemplo do Loiro: o cara era tão babaca, que só namorava para trair a namorada (acreditem se quiserem, mas é verdade). o cara dizia ter "feito amor" (tentarei usar um palavriado menos vulgar possível) com uma garota na praça (embora eu não tenha acreditado sendo que nem conhecia... sem saber o nome da garota.

acho q esse tipo de babaquice é demais até pra mim. acho q enqnto as pessoas não aprenderem a "se dar valor" (tanto homens quanto mulheres), essa merda vai continuar acontecendo... se pessoas se conscientizassem, pelo menos, do quão ridiculo é ficar com alguem q não goste, com alguém que não conheça, não existiriam tantas traições, e "pegadores fodões" q enxem o saco.

*Acho q pior q os "pegadores", são os que acham os "pegadores" fodões, pq esses realmente não tem moral nenhuma.*


Essa é a opinião de um babaca que tbm é de esquerda e tbm é revolucionário...

Ps: Sei q ficou meio confuso, mas é q estou falando no msn e é dificil escrever certo sendo interrompido (e também tá meio errado pela minha babaquice estar em um nível acima da média)

Ps²: não sei o q escrever aqui, mas queria usar o "²"... .O.

att
Babaca Mór

Anônimo disse...

A qui quem vos fala é o Sr. Anonimo assim apelidado por Monica:
Em primeiro lugar respondendo a quem disse que tenho um QI baixo, saiba que quanto transgreção a virgulação ou quaisquer regras ortagraficas deve-se simlesmente ao fato de que não digito bem ...escrevo muito melhor à mão ;

Segundo, À Monica :

Senhorita posso assegurar-lhe que não tenho deficiencia em nossa linda lingua Portuguesa ,a qual amo ,obrigado pela sugestão de ajuda ,mas passo...li sim o post de Henrique e quando citei relacionamentos de curta duração ,foi apenas para fazer a distinção e para que ninguem confundisse a "pegação" com o curto namoro ,pois isso seria possivel devido a uma generalização que as pessoas tendem a fazer dos fatos.
Quanto a avó de Henrique ... eu sei que ele ficou nervoso por ela sugerir que ele não deveria mergulhar em um romance tão cedo ,mas deve-se considerar que talvez a avó dele ,por ser de tempos diferentes,não tenha ciencia do amor dele por sua namorada ,e pense assim que ele deva "aproveitar sua liberdade",apenas sugeri que ele não considerasse o que a avó dele disse e não ficasse bravo com ela .
Quanto a repudiação das pessoas que praticam a pegação ... Eu entendo que ele somente procurava criticar a ação de pessoas que tenham essa conduta inaceitavel ,porem apenas sugeri novamente que ele tome cuidado com seu discurso para que não pareça discriminatório,como pareceu ao usar palvaras fortes para descrever sua visão de uma pessoa que infelizmente pratica a pegação ,pois não temos o direito de julgar os outros .
E se a senhorita leu meu comentário por inteiro e com atenção verá que eu sou completamente contra a pegação apenas não gosto da idéia de julgar as pessoas
E tenho o direito de não me identificar diretamente ,varias pessoas agiram de forma indireta, porém se insistes que necessito identificar -me pode dirigir-se a mim como Sr. Smith.
Obrigado pela compreensão .

Anônimo disse...

Do Sr. Smith: o comentario acima pode conter erros de digitação pois não foi possivel a revisão de tal texto.
Obrigado.

Monica *D disse...

Ao Sr Anônino, vulgo Sr. Smith
Coloca-se crase antes de nome próprio feminino quando há intimidade, como, no citado caso não o há, aconselho o Sr. a rever não só a sua interpretação, como também o uso de sua gramática. Peço-lhe, encarecidamente, que se é tão amante da nossa língua, use-a com maior respeito, acentuando as palavras quando necessário, é uma inominável falta de censo crítico dizer-se amante da língua e sequer acentuar palavras quando esta manda.
Quanto ao uso da linguagem no referido post, creio que o Sr. foi infeliz na sua procura do lugar a criticar, tendo em vista que o público a que o blog visa tem como costume usar este tipo de palavreado, como pode ser visto nos comentários do post, exceto, é claro, nos que se referem a nossa pequena discussão. E como bom autor, o mesmo escreve diretamente a seu público-alvo.
Não querendo prolongar a discussão, e crendo que não há nada mais a ser mencionado, paro por aqui.

Monica Larissa de Azevedo Faria.

PS: Favor não usar duas pessoas diferentes (segunda e terceira, ambas do singular) em um mesmo discurso, para referir-se ao mesmo receptor, obrigada.
PS2: Não foi possível também, creio, a revisão do seu último comentário (24 de abril de 2011 03:20), certo?

Anônimo disse...

Senhorita Monica creio que não há deficiência na Língua Portuguesa por parte de ninguém nesta conversa , creio na verdade que há uma deficiência em nosso canal de comunicação ;o uso de crase é facultativo perante nomes femininos sem ter nenhuma realção com intimidade dos interlocutores pelo menos foi assim que três ótimos mestres da Lingua me ensinaram , e outras criticas sua a minha pessoa podem ser respondidas em meus próprios comentários anteriores , já evidenciei não gostar digitar ,dai ocorrem meus erros de acentuação ,virgulação e outros e em momento algum protestei contra o uso de palavrões ,esse vocabulário é bem vindo nestas situações ,o que me incomodou foi o ato julgador do autor e não suas o uso das palavras no discurso ...
Já o uso de mais de uma pessoa no discurso pode ocorrer quando o emissor busca a reflexão em meio a coversa...
Penso se não deveria agendar uma consulta em um oftalmologista... :)
Porém já que a senhorita já me conhece por trás de minha mascará : Sr. Smith sugiro uma trégua ,minha critica foi feita e sua contra -critica também .
Um abraço Monica.

Monica *D disse...

Caro Sr. Lerianderson Santos de Toledo Filho
Com relação ao uso de pronomes de segunda e terceira pessoa creio não ter de consultar o oftalmologista, pois o erro foi cometido pelo Sr. Ao me referir aos erros, cito "insistes" que é um verbo conjugado no presente do indicativo na segunda pessoa do singular, enquanto refere-se a mim como "senhorita", um pronome de tratamento que pede o uso de verbos na terceira pessoa do singular.
O autor, Henrique Moric Vilela Mariano, expõe seu ponto de vista sobre o assunto, assim como o senhor também o fez em seu comentário. O autor opõe-se a certo grupo assim como o Sr. se opõe a ele, ambos usufruindo do mesmo direito.
Trégua aceita, caro Sr. Smith
Recomendo que veja o vídeo a seguir: http://www.youtube.com/watch?v=rqiPgq64-B8

Monica Larissa de Azevedo Faria.

Beegle disse...

Cara, preciso falar algo sobre o que EU acho sobre isso? Não né! Você já me conhece à o que? 4 ANOS?

Só achei muito foda o resultado da enquete, todos concordam com você, seu otário! SHAUSHAUSHAU'

Se cuida manolo.

bjoútero!

Postar um comentário